Área de Concentração

 

Área de Concentração: Gestão de Instituições Públicas e Sociais

A área de concentração do Programa – Gestão de Instituições Públicas e Sociais – tem como objetivo realizar pesquisas em administração pública e gestão social, tratando dos processos gerenciais e tecnológicos voltados, especificamente, para as instituições públicas e sociais relacionadas ao Estado e à sociedade. Procura-se estudar os novos formatos de relações institucionais que estimulam o desenvolvimento local e regional, demarcadas pela administração pública e pela gestão social, envolvendo abordagens teóricas sobre democracia, Estado e sociedade.

Na dimensão Sociopolítica procura-se estudar as relações entre Estado e sociedade.

Na dimensão Institucional-Administrativa procura-se pesquisar os problemas de organização e articulação dos órgãos que compõem as instituições públicas e sociais, bem como as questões de profissionalização dos servidores públicos e dos membros das instituições sociais. Na dimensão Econômico-Financeira procura-se investigar questões fiscal, tributária, monetária e de gestão orçamentária

Para tal, a área de concentração do programa compreende duas linhas de pesquisa: (1) Gestão de Organizações Públicas Não-Estatais e (2) Gestão de Organizações Públicas do Estado.

 

  • Linha de Pesquisa 1 – Gestão de Organizações Públicas Não-Estatais

Nesta linha de atuação científica/ tecnológica englobam-se pesquisas que se propõem desenvolver, avaliar e implementar novas práticas de gestão que contribuam para a melhoria da qualidade das relações entre Organizações públicas não estatais e o Estado.

Compreende-se por organizações públicas não estatais aquelas que possuem caráter público, realizam projetos e ações públicas, porém, não fazem parte do Estado.

Tais organizações encontram-se no seio da sociedade e atuam de forma complementar ao Estado, ou mesmo, de forma antagônica a ele. Pressupõe-se que as referidas relações em sua dimensão sociopolítica são marcadas por interesses públicos regulados pelo Estado e mediadas pelas instituições sociais.

Estudar as relações entre Estado e sociedade, os direitos e responsabilidades dos cidadãos e sua participação na gestão da interface entre público estatal e não estatal.

 

  • Linha de Pesquisa 2 – Gestão de Organizações Públicas do Estado

Nesta área de atuação científica/tecnológica, enquadram-se estudos que visam o desenvolvimento, adaptação e reformulação de processos e práticas de gestão aplicadas às organizações estatais.

Parte-se do pressuposto que a configuração institucional do Estado contemporâneo influencia os formatos, os processos e as práticas administrativas em suas diferentes dimensões.

Na dimensão Institucional-Administrativa procura-se pesquisar os processos administrativos e institucionais próprios das organizações públicas estatais.

Na dimensão Econômico-Financeira procura-se investigar questões de natureza fiscal, tributária,monetária e de gestão orçamentária.